5 Ideias Chave para Avaliar Talento na Era Digital

Estamos conscientes que as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) revolucionaram a forma como nos relacionamos e fazemos as coisas. Neste boom tecnológico que se caracteriza principalmente pelo rápido e fácil acesso à informação, somos dominados pela velocidade a que podemos fazer as coisas.

As organizações procuram, cada vez mais, novos perfis, para integrar as suas fileiras. Todos os dias nos deparamos com projetos de Transformação Digital que necessitam de ser dirigidos e suportados por profissionais com um novo tipo de competências e conhecimentos digitais. O aporte de valor não é só o conhecimento com o qual um trabalhador pode contribuir, mas também como ser mais eficiente na captação desses novos perfis tendo a tecnologia como aliada.

Esta necessidade tem sido colmatada, em grande parte, por uma nova geração que utiliza a tecnologia no seu dia-a-dia, tanto a nível pessoal como profissional. Esta nova geração é incorporada nas organizações com um mindset diferente que procura conciliar o trabalho com a sua vida pessoal.

Neste novo ecossistema as regras mudam e devemos adaptar as nossas técnicas de captação e avaliação de talento à nova realidade. Revelamos-te alguns pontos-chave para que o consigas fazer com sucesso.

Incorporar tecnologia: Se vais pedir que os teus trabalhadores e/ou candidatos usem a tecnologia de modo eficiente para gerar valor à empresa, deves desenhar um processo de avaliação coerente com essa mensagem. Utiliza ferramentas de avaliação online e digitaliza as tuas provas de avaliação presencial quer sejam business cases ou dinâmicas de grupo de modo a criar uma experiência digital.

Mobile First: Nem todos os trabalhadores e/ou candidatos da tua empresa têm computador pessoal, no entanto todos têm smartphone. O smartphone é já o dispositivo tecnológico mais usado a seguir ao computador e à televisão. Desenha uma experiência de avaliação móvel coerente com os interesses e preferências da tua audiência.

Cria uma experiência: introduz estratégias de gamificação nos teus processos, dinâmicas e mecânicas de jogo de modo a torna-los mais atrativos. Não se trata de fazer “jogar” as pessoas mas sim de incorporar estratégias como o storytelling, a competitividade ou progresso nas ferramentas e/ou nos processos de avaliação.

Dar feedback: Os novos profissionais entendem um processo de avaliação como uma oportunidade para se conhecerem melhor. Pelo que não compreendem muito bem o tempo que dedicam a um processo de avaliação se não tiverem acesso aos resultados. Dar feedback de acordo como a avaliação é feita. Se a avaliação for online, utiliza ferramentas digitais de recrutamento que te permitam entregar um relatório automático. Se a avaliação for presencial, cria um relatório que possas entregar presencialmente.

Cria um produto audiovisual: Tanto em processos de seleção como em processos de avaliação interna que sejam recorrentes, faz uma gravação do processo como se fosse um evento. Obtém testemunhos dos próprios participantes e faz uma peça audiovisual que te ajude a passar as vantagens do teu sistema de avaliação a futuros participantes e à tua própria organização.

Não podemos avaliar as novas gerações com os mesmos processos de avaliação com que avaliávamos as gerações anteriores. Impõe-se uma revolução no assessment. Deixamos-te um vídeo que te deixará a refletir sobre isso:

Uma Nova Geração from The Key Talent Portugal.

Dá um boost à tua estratégia de Talento Digital!

Subscreve a nossa Newsletter e fica a par das últimas noticias e tendências de Talento Digital.

Leave a Reply